Íntegra

Fechamento das curvas de juros valoriza índices de Renda Fixa

A percepção de que a normalização da política monetária no Brasil pode começar na próxima reunião do Copom, em outubro, ainda que com cortes graduais da taxa, ganhou força com a divulgação do IPCA-15 de setembro, que registrou alta de 0,23%, a menor para esse mês desde 2009, em função da deflação de preços dos alimentos e de transporte. A queda do índice foi acompanhada pelo fechamento das curvas de juros, a partir da segunda quinzena do mês. A avaliação é de que a divulgação, no dia 7/10, do IPCA de setembro, de 0,08%, abaixo das estimativas do mercado, deve alimentar a expectativa dos agentes, apesar da indicação da Autoridade Monetária de que não tem um cronograma definido para o corte de juros.