• Eventos.
  • Imprensa.
  • Fale Conosco.

Notícias

Volume de debêntures emitidas entre janeiro e julho é o maior da história para o período

De acordo com boletim de Mercado de Capitais, já foram captados R$ 83,1 bilhões com o instrumento no ano, a partir de 149 operações

O volume de emissões de debêntures entre janeiro e julho deste ano já é o maior da nossa série histórica para o período: totaliza R$ 83,1 bilhões, com 149 operações. De acordo com o Boletim de Mercado de Capitais, o resultado também é o terceiro maior se comparado aos volumes anuais de debêntures: por enquanto perde apenas para 2012, quando foi R$ 90 bilhões de janeiro a dezembro, e para o recorde de R$ 96,3 bilhões em 2017.

Considerando apenas as debêntures de infraestrutura (regidas pela Lei 12.431), as emissões continuam no maior patamar da história, em R$ 13,2 bilhões, com 28 operações realizadas em 2018. “Nosso mercado de capitais está cada vez mais ativo e organizado e as empresas estão encontrando nele opções importantes para os financiamentos de seus projetos”, afirma o nosso diretor José Eduardo Laloni.

Receba essa e outras publicações gratuitamente em seu e-mail. Cadastre-se!

Entre janeiro e julho, as companhias captaram R$ 131,9 bilhões no mercado de capitais brasileiro, volume 36% maior do que no mesmo período do ano passado. Desse total, R$ 116,4 bilhões foram movimentados por instrumentos de renda fixa (incluindo as debêntures), a partir de 323 emissões. Os fundos imobiliários registraram R$ 8,6 bilhões no mesmo período, com 42 operações. Já na renda variável não houve movimentos nos últimos três meses e o total acumulado no ano é de R$ 6,8 bilhões a partir de quatro operações.

No mercado externo, as captações das empresas brasileiras acumularam R$ 40,8 bilhões até julho deste ano, contra os R$ 55,4 bilhões alcançados no mesmo período de 2017. Foram 18 emissões realizadas exclusivamente por ativos de renda fixa.

Confira os resultados completos no boletim da ANBIMA.

Notícias relacionadas

Não foram encontrados resultados para esta consulta.