• Empresas fiscalizadas.
  • Fale Conosco.
  • Imprensa.

Notícias

Plataforma de Pre-Matching ganha novas funcionalidades

Atendendo a demanda do mercado, batimento de operação com diversos compradores/vendedores poderá ser feito de uma só vez

A Plataforma de Pre-Matching, que realiza automaticamente o batimento das operações com títulos públicos, está com novas funcionalidades a partir desta terça-feira, 11 de maio. Agora é possível incluir no sistema, de uma só vez, negociações “um para N” ou “N para um”, ou seja, feitas entre uma parte e diversos compradores/vendedores.

Além disso, o batimento dessas operações poderá ser concluído em partes independentes, ou seja, não será preciso aguardar que todas as outras pontas insiram as informações para finalizar a checagem dos dados. Por exemplo: uma instituição registrou uma venda com 50 compradores. Quanto o primeiro comprador colocar os dados da operação no sistema, a checagem das informações daquela venda específica estará concluída e as outras 49 vendas seguirão aguardando o batimento. Ou seja, se alguma das pontas não honrar com a negociação, a operação não fica comprometida por inteiro.

+ Os links de acesso à Plataforma de Pre-Matching vão mudar: veja como habilitar as novas URLs

Até então, o Selic permitia operações que tinham até sete participantes (um comprando/vendendo, um intermediando e até cinco na outra ponta). E o batimento das negociações só era finalizado quando todos os vendedores/compradores da outra ponta inseriam as informações no sistema. As mudanças atenderam a pleito do mercado.

Também foi implementado o chinese wall: as instituições poderão limitar o acesso dos seus participantes no sistema às operações que eles próprios registram na plataforma. Isso ajuda a mitigar possíveis conflitos de interesses dentro das casas. Para fazer essa segmentação, será utilizada a mesma classificação dos usuários em departamentos já aplicada no chinese wall do Selic (Sistema Especial de Liquidação e de Custódia).

As novidades estão disponíveis no ambiente de homologação, utilizado para testes de extensões, e estarão valendo definitivamente no final de maio. O uso da ferramenta pelas instituições é essencial nessa etapa e o feedback das casas pode contribuir com melhorias para o sistema. Os manuais da plataforma já foram atualizados no site do Banco Central – confira. Em caso de dúvidas, fale com a gente pelo e-mail informe.selic@bcb.gov.br.

Notícias relacionadas

Não foram encontrados resultados para esta consulta.