• Eventos.
  • Imprensa.
  • Fale Conosco.

Notícias

Seminário Carreiras debate impacto das transformações digitais e entre geracões

Especialistas se reuniram para falar sobre o futuro dos profissionais do mercado financeiro com depoimentos e relato de experiências de quem já atua na área

Relações entre gerações, transformação digital e o valor da atualização para consolidar uma trajetória bem-sucedida foram os principais temas do Seminário Carreiras, que aconteceu nesta quarta-feira, 24, em São Paulo. O encontro reuniu um time de especialistas para tratar do futuro dos profissionais no mercado financeiro e trouxe depoimentos e experiências de quem já atua na área. O evento aconteceu na Bienal do Ibirapuera, após o 10º Congresso ANBIMA de Fundos de Investimento.

carreiras 1.jpg
Joel Souza Dutra (FEA-USP), Renata Fabrini (Plongé RH) e Regina Camargo (Across RH)

Um dos painéis, moderado por Joel Souza Dutra, professor da FEA (Faculdade de Economia e Administração) da USP, contrapôs carreiras tradicionais e digitais. Ele destacou o impacto da tecnologia na organização do trabalho e a necessidade de cooperação nas relações organizacionais. “A integração de gerações com toda sua diversidade é um ganho para o mercado como um todo. A diferença na área financeira é apenas na velocidade das mudanças, que são muito mais rápidas”, contou.

Esse perfil mais dinâmico para acompanhar as transformações foi destacado por Regina Camargo, da Across RH, e Renata Fabrini, da Plongé RH. Para elas, na seleção de um candidato, conta menos a formação técnica e bem mais a atitude e a disposição em aprender. “O perfil comportamental é o primeiro aspecto a ser valorizado”, afirmou Regina.

Segundo Renata, a seleção hoje também está diferente com o uso da inteligência artificial porque tornou o processo 90% digital. Ela apresentou as cinco habilidades que devem ser requeridas de um profissional em 2030. “No trabalho do futuro, aprender a se fazer conhecido é essencial”, disse. Além disso, é preciso ser amigo das máquinas, atuar de maneira colaborativa, criar significado para as coisas e ser resiliente frente aos grandes desafios do planeta.

Da teoria à prática

 

No segundo painel da noite, moderado por Ana Leoni, da ANBIMA, profissionais do mercado financeiro contaram os prós e os contras da atuação no dia a dia. “A ideia é inspirar não só quem está buscando a primeira opção, mas quem decidiu mudar de rumo, o que é sempre possível”, destacou Ana.

Os erros e acertos foram debatidos por Bárbara Moreira, da Easy Crédito, e por Adelaide Simões, do Itaú Unibanco. Um ponto comum destacado por elas foi a presença ainda menor de mulheres numa área predominantemente masculina.

ANBIMA_Seminario_Carreiras_foto- Leandro Viola-0627.jpg
Ana Leoni (ANBIMA), Bárbara Moreira (EasyCrédito) e Adelaide Simões (Itaú Unibanco) contaram lições de carreira no mercado financeiro

Transparência é essencial

Para encerrar o seminário, o comunicador Marcelo Tas apresentou os desafios diante da evolução da sociedade e da tecnologia nas carreiras. “A transparência é parte da vida profissional de todos nós. Hoje, tudo pode ser rastreado e muitos ainda não perceberam o valor das publicações”, ressaltou.

ANBIMA_Seminario_Carreiras_foto- Leandro Viola-0826.jpg
Marcelo Tas comentou as transformações na sociedade e como isso impacta as carreiras atualmente

Formado em Engenharia, o apresentador contou um pouco de sua trajetória e como identificou oportunidades para dar várias guinadas no decorrer da vida profissional. “Toda mudança acontece atrás de uma rede de pessoas. A transformação pode ser digital, mas é gente que transforma”.

 

 

 

 

 

 

Notícias relacionadas

Não foram encontrados resultados para esta consulta.