Tipos de Supervisão

Para garantir o cumprimento das regras da autorregulação, supervisionamos de cinco formas as instituições que aderem aos nossos códigos:

Supervisão indireta

Monitoramento contínuo por meio de instrumentos como:

  • Análise de documentos
  • Filtros estatísticos
  • Análise de banco de dados 

Supervisão periódica

Trabalho preventivo com o objetivo de entender os processos e o ambiente de controle das instituições. É feito por meio de instrumentos como:

  • Aplicação de questionários com foco nos negócios
  • Visitas para verificação in loco de assuntos específicos, quando necessário

Supervisão episódica

É  motivada pelo acompanhamento de notícias envolvendo as instituições participantes sobre assuntos relacionados aos Códigos de Regulação. 

Supervisão temática

Baseada em temas considerados relevantes para o mercado no momento da realização, conforme definido pelas comissões de acompanhamento ou por estudos técnicos de nossa equipe.

Denúncia

Apuração de eventuais descumprimentos apontados por meio de denúncia realizada por instituições participantes.