• Conteúdos especiais.
  • Eventos.
  • Fale Conosco.
  • Imprensa.

Imprensa

IMA tem pior resultado desde 18 maio de 2017

O mercado secundário de renda fixa teve hoje, 9, um dos piores resultados desde 18 de maio de 2017, data em que a economia foi impactada com o surgimento de áudios envolvendo o então Presidente da República em denúncias de corrupção. Os indicadores do Índice de Mercado ANBIMA (da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) apresentaram queda nas rentabilidades. O IMA-Geral, que reflete a média da trajetória dos títulos públicos, recuou 0,80%, acumulando perda de 0,58% no mês.

Os indicadores que refletem o desempenho das NTN-Bs apresentaram as maiores baixas: o IMA-B, que acompanha a média de retorno desses papéis teve perda de 2,18%. Já o IMA-B 5+, que expressa a carteira acima de cinco anos, caiu 3,38%. No mês, esses subíndices têm retornos negativos de 1,91% e de 3,32%, respectivamente.

A variação média dos prefixados, representada pelo IRF-M, foi de 0,57%. Já os títulos com vencimentos maiores do que um ano, representados pelo IRF-M 1+, chegaram a 0,85%. Em março, as quedas acumuladas desses subíndices são de 0,20% e de 0,37%.

Confira no quadro o histórico das cinco maiores quedas dos índices desde 18 de maio de 2017:

IMA_0903.jpg

Sobre a ANBIMA

A ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) representa mais de 250 instituições de diversos segmentos. Dentre seus associados, estão bancos comerciais, múltiplos e de investimento, asset managements, corretoras, distribuidoras de valores mobiliários e consultores de investimento. Ao longo de sua história, a Associação construiu um modelo de atuação inovador, exercendo atividades de representação dos interesses do setor; de regulação e supervisão voluntária e privada de seus mercados; de oferta de produtos e serviços que contribuam para o crescimento sustentável dos mercados financeiro e de capitais; e de educação para profissionais de mercado, investidores e sociedade em geral.