• Empresas fiscalizadas.
  • Fale Conosco.
  • Imprensa.
    Português Português (BR)

Boletim de Mercado de Capitais

Emissões ultrapassam R$ 300 bilhões em 2020

As emissões do mercado de capitais registraram em novembro captação de R$ 25,8 bilhões, o que corresponde a uma redução de 34,9% em relação a outubro. Os principais instrumentos de captação, debêntures e ações, apresentaram quedas nas suas emissões, refletindo em alguma medida um ambiente de incerteza do cenário econômico. O número de operações também foi menor, de 164 em outubro para 90 em novembro. No ano, o volume emitido atingiu o montante de R$ 305 bilhões, 19,8% abaixo do que foi registrado no mesmo período do ano passado. As ofertas registradas que estão em andamento e em análise recebem volumes esperados até o momento de R$ 11,4 bilhões e R$ 6,4 bilhões, respectivamente.

As operações de renda variável registraram 6,7 bilhões no período, representando 26,1% do total captado no mês, a menor participação desde junho deste ano. As ofertas subsequentes (follow-ons) totalizaram R$ 598 milhões contra R$ 13,3 bilhões do mês anterior enquanto as ofertas iniciais captaram R$ 6,1 bilhões contra R$ 10 bilhões neste mesmo período de comparação.ParticipacaoAcoes.png

As debêntures emitiram volume de R$ 8,7 bilhões em novembro, 15,4% abaixo do que foi registrado em outubro, representando 33,6% do volume emitido no mês. No ano, esses papéis já acumulam R$ 93,5 bilhões contra R$ 166,8 bilhões. Os intermediários e participantes ligados à oferta detiveram a maior parte das debêntures distribuídas no ano, com 69,6% do volume, enquanto a parcela dos fundos de investimento foi de 17,6% no mesmo período. A maior parte das destinações dos recursos continua destinada a capital de giro (36,7%) e refinanciamento de passivo (31,2%, incluindo recompra ou resgate de debêntures de emissão anterior).

Os fundos de investimentos imobiliários estiveram entre os poucos instrumentos de captação que apresentaram volume de emissões superior ao do mês anterior. Em novembro, o montante emitido foi de R$ 4,7 bilhões, 50,7% acima do volume de outubro. No ano, já acumulam R$ 37,6 bilhões contra R$ 34,4 bilhões do mesmo período de 2019, correspondente ao aumento de 9,2%.OfertasFIIs.png

Em referência ao mercado externo, foram registradas quatro operações de renda fixa no valor total de US$ 1,4 bilhão, não ocorrendo nenhuma de renda variável. No ano, o total emitido foi de US$ 24,8 bilhões, no qual mais de 90% corresponde a emissões de bônus de renda fixa.