• Impactos da Covid-19.
  • Conteúdos especiais.
  • Eventos.
  • Fale Conosco.
  • Imprensa.

Notícias

ANBIMA completa 10 anos de fortalecimento do mercado de capitais

Nosso superintendente-geral, Zeca Doherty, faz um balanço do período e destaca os desafios que as inovações tecnológicas e as mudanças nos modelos de negócios das instituições impõem daqui para frente

Com a suspensão das provas de certificação em todo o país por tempo indeterminado, nosso gerente de Certificação, Daniel Pfannemuller, esclareceu as dúvidas dos profissionais que já estavam inscritos ou tinham testes agendados para os próximos dias. Em transmissão ao vivo pelo perfil oficial da ANBIMA no Instagram, na segunda, 16, Daniel explicou que todos os exames que já estavam marcados poderão ser reagendados em breve – o prazo está ainda indefinido.

A pandemia de COVID-19 tem impactado diversos setores da economia. O cancelamento das provas foi uma medida necessária em um momento em que o mundo todo se mobiliza para conter o avanço da doença. Manteremos todos informados sobre a reabertura do sistema de agendamentos tão logo o nosso calendário possa ser reestabelecido”, disse.

Confira as respostas para as principais dúvidas dos profissionais:

1. Quem tinha prova agendada para outros meses também terá que reagendar?

Sim. Todas as provas que seriam realizadas a partir de 17 de março foram canceladas e deverão ser reagendadas assim que o calendário de exames for reestabelecido. O prazo ainda está indeterminado, a depender do avanço do COVID-19 e das recomendações das autoridades de saúde do país. Os inscritos serão avisados por e-mail e atualizaremos também os nossos canais de comunicação assim que for definida a data para reabertura do sistema de agendamentos.

2. Se a situação do país se normalizar até o dia em que minha prova estava marcada, terei que reagendar?

Sim, pois o cancelamento vale para todas as provas que aconteceriam a partir de 17 de março.

3. Já posso solicitar o reagendamento da minha prova?

Não. O calendário de exames e o sistema de reagendamento estão suspensos por tempo indeterminado.

4. Posso me inscrever para o exame?

Por enquanto não. Novas inscrições para os exames também estão suspensas por tempo indeterminado.

5.Por quanto tempo os exames, novos agendamentos e novas inscrições ficarão suspensos?

Ainda não há um prazo definido. Infelizmente, por não ser possível prever a dimensão que o COVID-19 tomará no Brasil, a suspensão dos exames e dos agendamentos é por tempo indeterminado.

6. Quem fez a inscrição, pagou, e não quer esperar o reagendamento da prova poderá pedir estorno do valor? Como solicitar o reembolso?

Sim. Quem decidir cancelar a inscrição poderá pedir reembolso da taxa que foi paga. A solicitação deve ser enviada para o e-mail certificacao@anbima.com.br. Aqueles que mantiverem as inscrições serão avisados por e-mail (e pelos nossos canais de comunicação) tão logo seja reestabelecido o sistema para agendamento das provas. Além disso, ofereceremos a todos que estiverem com as inscrições ativas acesso gratuito a um curso online sobre a certificação que estiverem prestando. O material é pode ser usado como complemento aos estudos para o exame.

7. Como será o acesso ao curso oferecido aos inscritos?

Todas as pessoas com inscrições ativas receberão um e-mail com os detalhes para acesso ao curso.

8. Qual é a recomendação para quem fez a inscrição, mas ainda não pagou a taxa?

Todas as inscrições têm um prazo de até sete dias corridos para pagamento. Caso você esteja dentro desse período, pode optar por desconsiderar ou por pagar e aguardar a reabertura do calendário para agendar a prova. Os inscritos que realizarem o pagamento terão acesso gratuito ao curso de atualização.

9. Por que o cancelamento afeta todo o Brasil se nem todas as localidades estão em surto de COVID-19?

A princípio, havíamos cancelado os exames que seriam realizados no Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo, estados que recomendaram medidas para contenção do avanço do COVID-19. Entretanto, com a curva crescente de casos em outras regiões, que também demandariam cancelamentos, entendemos que a pronta e total suspensão dos exames seria a medida mais justa e eficaz neste momento.

10. Assim que as provas puderem ser reagendadas, a ANBIMA disponibilizará mais vagas, para que mais pessoas possam fazer o exame ao mesmo tempo?

Estamos em contato com os centros de testes na tentativa de ampliar a oferta de horários e de vagas para a realização das provas, diante da demanda represada nesse período de suspensão dos exames.

11. Quem já precisou remarcar a prova outras vezes poderá reagendar novamente?

Sim. Temos um limite de dois reagendamentos no nosso sistema, entretanto, por se tratar de uma medida geral da ANBIMA a todas as provas, esse cancelamento não será contabilizado e todos os candidatos poderão remarcar suas provas assim que o calendário for reestabelecido.

12. Quem está com no limite do prazo, com o agendamento vencendo durante este período, será prejudicado?

Não. O prazo limite de agendamento de todos os inscritos será recalculado a partir da data em que reabrirmos o calendário.

13. Quem escolherá a nova data da prova?

Cada profissional poderá escolher a data para reagendamento da prova, de acordo com a disponibilidade do calendário de exames.

14. Existe possibilidade de fazer a prova de forma virtual?

Não. Todos os exames são realizados nos centros de testes autorizados pela ANBIMA.

15. Quem está com a certificação próxima do prazo de vencimento terá um prazo maior para concluir o curso de atualização?  

Quem tem CPA-10, CPA-20 ou CEA vencendo até 31 de dezembro deste ano terá três meses a mais para essa validação. Assim, se sua certificação vai até 30 de maio, por exemplo, poderá realizar nosso curso online de atualização até 30 de agosto.

+ Assista ao vídeo completo da live pelo Instagram

Notícias relacionadas

Não foram encontrados resultados para esta consulta.