• Empresas fiscalizadas.
  • Fale Conosco.
  • Imprensa.

Notícias

Banco Central realiza primeiro teste para leilão de compra de debêntures

Instituições devem se cadastrar no modo de homologação do Selic para participar. Ensaio servirá para que elas conheçam o sistema e o fluxo das operações

Banco Central, por meio do Selic, fará um teste de leilão de compra de debêntures nesta sexta-feira, dia 21, às 15h. A compra de ativos no mercado secundário é uma medida para dar liquidez às negociações, diante dos impactos da pandemia, e foi autorizada pela Emenda Constitucional 106, em maio deste ano.

“O intuito de testarmos o leilão é mostrar ao mercado como será o fluxo das operações e como está estruturado o sistema”, explica Francisco Vidinha, superintendente do Selic. “Assim poderemos tirar dúvidas ou fazer ajustes na dinâmica, caso necessário”.

Quem pode participar

O teste será feito com instituições registradas no ambiente de homologação do Selic. Aquelas que não estejam, mas queiram participar do ensaio, podem entrar em contato com o Demab (Departamento de Operações do Mercado Aberto) pelos telefones (21) 3506-8990 ou (21) 3506-5331. Ainda não há data definida para a realização de leilões definitivos.

Entenda o fluxo

O BC divulga com antecedência os papéis que pretende comprar – no caso, serão 16 debêntures (confira aqui). São títulos com risco de crédito BB- ou superior, não conversíveis em ações, com prazo de vencimento igual ou maior que 12 meses e registrados na B3.

+ Saiba mais sobre os critérios do BC para compra de ativos no mercado secundário

As instituições que possuem esses ativos entram no sistema Selic, no módulo de oferta pública, e têm 30 minutos para fazerem suas propostas, mencionando quantos papéis têm e qual o preço, no limite de 10 propostas por papel.

O BC analisa as ofertas, considerando os preços de referência divulgados pela ANBIMA e pela B3,  e informa o resultado resumido do leilão até às 17h, com a quantidade e os vendedores escolhidos. No caso de propostas com condições equivalentes, têm preferência as debêntures emitidas por micro, pequenas ou médias empresas. O volume máximo a ser negociado é de R$ 1,5 bilhão.

As instituições escolhidas, então, devem registrar, até as 18h30, os dados dos vendedores finais no módulo lastro, sejam eles pessoas físicas ou jurídicas. A liquidação das operações na B3 será opcional por se tratar de um teste, mas poderá ser feita no dia 24 de agosto.

Saiba mais

Outros detalhes podem ser encontrados nos Informes Selic 36 e 37. Mais informações relacionadas ao teste serão divulgadas no dia 24, por meio de um Informe Selic. Se você não recebe a publicação, cadastre-se gratuitamente aqui.