• Empresas fiscalizadas.
  • Fale Conosco.
  • Imprensa.

Notícias

Começa fase piloto do registro das carteiras administradas

Instituições podem se inscrever para participar dos testes

No próximo dia 15, estará disponível o sistema para registro das carteiras administradas. A ferramenta atende às exigências do Código de Administração de Recursos de Terceiros. Com o envio dos dados, teremos, em breve, uma base de dados das carteiras, inédita no mercado.

Nesta etapa, instituições de diferentes portes, volume e quantidade de carteiras poderão participar dos testes do sistema.

“Durante esse período, queremos que as casas avaliem a ferramenta e os impactos do novo procedimento nas suas rotinas”, explica Soraia Barros, nossa gerente de Supervisão de Gestão e Serviços Fiduciários.

A previsão é que os testes sejam realizados até março e auxiliem na definição do processo operacional para envio das informações à ANBIMA. As instituições que tiverem interesse poderão participar voluntariamente da fase piloto – em breve, enviaremos um comunicado no SSM (plataforma de troca de informações entre a ANBIMA e as empresas seguem nossos códigos) com todas as instruções para inscrição. Caso o número candidatos fique acima da capacidade prevista para essa fase, serão aplicados critérios de seleção com base no volume dos dados das casas, segmento de atuação e público-alvo das carteiras administradas. Os dados que as instituições informarem nos testes não serão utilizados para fins de supervisão.

A data de lançamento do sistema de registro para todo o mercado será divulgada durante a fase piloto. Nesse momento, também serão publicadas as regras da autorregulação e definida a data de início da obrigatoriedade do envio das informações à ANBIMA para a futura construção da nossa base de dados de carteiras.

Entenda a autorregulação das carteiras administradas

A atividade de gestão de carteira administrada entrou para a autorregulação da ANBIMA em 2020. A mudança veio em função de uma demanda do próprio mercado para a criação de padrões e práticas que trouxessem mais segurança a gestores e investidores. Foram definidas diversas regras, como a precificação dos ativos, as normas para contratação de terceiros e o registro das carteiras, o que resultou na base de dados.

 

Notícias relacionadas

Não foram encontrados resultados para esta consulta.