• Empresas fiscalizadas.
  • Fale Conosco.
  • Imprensa.

Notícias

Fase piloto do registro das carteiras administradas é prorrogada até 14 de abril

Instituições têm mais tempo para participarem dos testes

O mercado terá mais tempo para participar da fase piloto do sistema para registro das carteiras administradas, conforme regras do Código de Administração de Recursos de Terceiros. Os testes foram estendidos até 14 de abril (10º dia útil do mês).

O piloto vem, desde dezembro, auxiliando na definição do processo operacional para envio de informações à ANBIMA. Podem participar voluntariamente instituições de diferentes portes, volume e quantidade de carteiras. Todas as instruções para inscrição estão no nosso comunicado no SSM (plataforma de troca de informações entre a ANBIMA e as empresas seguem nossos códigos). Os dados que as instituições informarem nos testes não serão utilizados para fins de supervisão. Desta forma, ao participar do piloto a instituição terá a oportunidade de adequar seus processos e sistemas antes da efetiva entrada em vigor das regras de envio das informações das carteiras administradas.

A data de lançamento do sistema oficial de registro para todo o mercado será divulgada em breve nos meios de comunicação da ANBIMA, ainda durante a fase piloto.

Entenda a autorregulação das carteiras administradas

A atividade de gestão de carteira administrada entrou para a autorregulação da ANBIMA em 2020. A mudança veio em função de uma demanda do próprio mercado para a criação de padrões e práticas que trouxessem mais segurança a gestores e investidores. Foram definidas diversas regras, como a precificação dos ativos, as normas para contratação de terceiros e o registro das carteiras, o que possibilitará a criação da base de dados.

 

Notícias relacionadas

Não foram encontrados resultados para esta consulta.