• Impactos da Covid-19.
  • Conteúdos especiais.
  • Eventos.
  • Fale Conosco.
  • Imprensa.

Notícias

Participe da live sobre segurança cibernética em tempos de pandemia

Evento exclusivo para associados acontece dia 4 de agosto e faz parte de série de bate-papos sobre a nova realidade da indústria de fundos

Chamamos um time de especialistas para conversar sobre segurança cibernética em tempos de pandemia – o bate-papo será ao vivo e exclusivo para associados no Workplace. Vamos discutir quais demandas de infraestrutura e tecnologia surgiram durante o isolamento, por que a cibersegurança se faz ainda mais importante nesse período e quais os principais desafios daqui para frente.

Nossos convidados são Adriana Portela, gerente nacional de Segurança da Informação, Risco Cibernético e TI da Caixa; Rodrigo Fusco, sócio fundador da FLSec (empresa de tecnologia e segurança da informação com foco em assets); e Roberto Vaimberg, sócio e diretor de Compliance da JGP Gestão de Recursos. A moderação é de Gustavo Kruel, coordenador do nosso Grupo Consultivo de Cibersegurança e CTO da Dynamo.

O bate-papo será às 12h, dia 4 de agosto, no Workplace. Associados que ainda não tenham acesso podem entrar em contato pela centraldoassociado@anbima.com.br.

Essa é a terceira de uma série de lives para discutir a nova realidade da indústria de fundos. A próxima, que será o encerramento dos eventos, acontece dia 11 de agosto e falará sobre os aprendizados e lições na crise.

Assista às lives

Os primeiros bate-papos da série estão disponíveis na íntegra no Workplace. O evento da última terça-feira foi sobre os desafios de retomar o trabalho presencial: conhecemos um pouco mais sobre as experiências internacionais e refletimos como esse movimento poderá acontecer no Brasil. A conversa foi em inglês, sem tradução simultânea, com Pedro Rudge (ANBIMA e Leblon Equities), Brian Yegidis, Christian Rogers (ambos do Credit Suisse) e Daniel Celano (Schroders).

Já na primeira live, falamos sobre como as mudanças trazidas pela experiência de home office que podem ter vindo para ficar, como as assembleias e assinaturas digitas, videoconferências, reuniões online e a própria experiência o trabalho remoto. Pedro RudgeRicardo Mizukawa (ANBIMA), Richard Ziliotto (Taler) e Felipe Campos (Dynamo) também contaram como foi a adaptação em suas instituições para as atividades durante a pandemia.

 

Notícias relacionadas

Não foram encontrados resultados para esta consulta.