• Impactos da Covid-19.
  • Conteúdos especiais.
  • Eventos.
  • Fale Conosco.
  • Imprensa.

Notícias

Pesquisa com associados aponta preferência por reuniões virtuais

Sem necessidade de deslocamento, encontros virtuais têm maior quórum e são mais produtivos
 

 

Pesquisa feita com membros dos nossos organismosfóruns, comissões, grupos de trabalho, conselhos – e com representantes ANBIMA (profissional que é o nosso ponto de contato em cada instituição associada) mostrou que as reuniões online são o formato preferido de 62% dos associados. De acordo com os participantes, os encontros virtuais são mais produtivos e permitem um melhor aproveitamento de tempo. Outros 34% dos respondentes preferem reuniões mistas – com possibilidade de escolher entre a participação virtual e a presencial - e apenas 4% optam pelo formato presencial.

+Maioria dos associados vê melhora na nossa comunicação durante a pandemia

No total, 575 pessoas responderam o questionário, sendo 109 representantes ANBIMA e 466 membros de organismos.

Reuniões online

Nos encontros de organismos da ANBIMA realizados durante a pandemia, 70% dos entrevistados afirmaram ter participado de forma online, sendo que 87% aprovaram a modalidade. Este mesmo grupo declarou ter suas expectativas atendidas (97%), considerou as discussões mais produtivas (96%) e não teve problemas com a tecnologia (93%). Quando questionados sobre sugestões de melhorias, 79% afirmaram não ter apontamentos. Em contrapartida, 6% sugeriram a utilização de outras plataformas para a realização de reuniões e outros 6% acharam que os debates devem se ater apenas aos temas em pauta observando o tempo de fala de cada participante.

Neste período de isolamento social, identificamos também um aumento no quórum nas reuniões online. Para 98% dos respondentes, a dispensa do deslocamento da instituição até a ANBIMA é o principal motivo. Outros pontos destacados foram reuniões mais objetivas (65%), ganho de produtividade (54%) e menor tempo de duração (54%).

Reuniões mistas

Dentro do universo daqueles que preferem reuniões mistas, 77% valorizam a possibilidade de escolher se participam online ou presencialmente a cada reunião. Sobre a dinâmica deste tipo de reunião, mais da metade dos participantes (51%) acredita ser uma experiência positiva. No entanto, uma parcela dos entrevistados (15%) acredita que é necessário ter um moderador nestes casos e outra parte (6%) acredita que a participação daqueles que estão remotos será menor.

Reuniões com reguladores e autoridades

Durante o período de isolamento, temos realizado também reuniões virtuais com reguladores, autoridades e outras entidades do governo. Dentre as pessoas que responderam à pesquisa, 30% também participaram destes encontros e praticamente a totalidade delas (99%) tiveram suas expectativas atendidas e 98% classificaram as discussões como produtivas.

Mais de 80% dos associados trabalharam remotamente na pandemia

A pesquisa mostra que 83% dos entrevistados adotaram o home office em função da pandemia. Destes, 98% avaliaram a experiência como positiva. A pesquisa foi aplicada no final de junho, quando 14% dos respondentes já haviam retomado as atividades presenciais. Outros 32% tinham previsão para voltar gradualmente aos escritórios entre julho, agosto e setembro.

A retomada das atividades presenciais no escritório não significa apetite por outras atividades externas: 77% dos representantes ANBIMA indicaram que suas instituições restringem a participação dos funcionários em reuniões presenciais fora do escritório e 86% não permitem qualquer tipo de viagens de negócios.

+Confira as mudanças no mercado e nossos esforços de diminuir os impactos da pandemia às instituições

 

 

Notícias relacionadas

Não foram encontrados resultados para esta consulta.