• Eventos.
  • Imprensa.
  • Fale Conosco.

Notícias

Três líderes contam suas experiências no comando da ANBIMA

Marcelo Giufrida, Denise Pavarina e Robert van Dijk participaram ativamente da construção da nossa história
Banner-todos-ANBIMA.jpg 

Dedicar esforços de maneira voluntária em prol de uma causa exige tempo, força de vontade e crença de que aquele trabalho valerá a pena. Foi com esse pensamento que Marcelo Giufrida, Denise Pavarina e Robert van Dijk comandaram a casa do mercado de capitais e contribuíram para o desenvolvimento do setor no país. Nossos três ex-presidentes relembram o nascimento da ANBIMA, os marcos nestes dez anos, e contam como a presidência da Associação influenciou suas experiências profissionais e pessoais.

A origem

Unir duas associações consolidadas em uma só não é prática comum – a maior parte das referências históricas é de fusões entre empresas. Segundo Marcelo Giufrida, esse foi o primeiro desafio para formar a ANBIMA, que nasceu da união da Anbid (Associação Nacional dos Bancos de Investimento) com a Andima (Associação Nacional das Instituições do Mercado Financeiro). “Eram organizações com uma história muito longa, trajetórias institucionais particulares, associados distintos e algumas diferenças nas agendas”, relembra. Giufrida foi nosso primeiro presidente, ficando no cargo até 2012, e participou ativamente desse processo. “Mesmo diante das dificuldades, pesando na balança, prevaleceu o bom senso: todos perceberam que era melhor unir forças e trabalhar as diferenças em prol do mercado”, avalia.

+ Zeca Doherty, nosso superintendente-geral, faz balanço dos últimos 10 anos e destaca desafios para o futuro

Por carregar mais de 40 anos de história na bagagem, a ANBIMA já nasceu adulta. “A fusão fez com que a entidade ganhasse corpo, maior dinâmica e expressividade. Isso contribuiu, sem dúvidas, para o crescimento da indústria de fundos e para o desenvolvimento do mercado de capitais, o que foi um ganho muito expressivo para os associados e para todos que se relacionavam conosco”, disse Robert, presidente de 2016 a 2018.

O trabalho proativo resultou em melhorias na regulação, na autorregulação e no desenvolvimento das práticas de negócio. “A Associação amadureceu ao longo dos anos e é, sem dúvida, uma referência não só para o setor que representa, mas também para reguladores e outras associações que se inspiram e se baseiam nela para aperfeiçoar seus próprios processos de autorregulação”, avalia Denise, nossa presidente de 2012 a 2016.

  Presidente-Denise-materia-especial.jpg  

Grandes marcos

Para Denise, a maior contribuição da Associação na última década “foi instituir disciplina e capacitação aos players, para que estes pudessem se desenvolver de maneira segura e profissional”, avalia. Ela estava à frente da ANBIMA quando alcançamos a marca de mais de 400 mil certificações emitidas e no lançamento da primeira turma do curso online Como Investir em Você, voltado para universitários.

+ Veja os grandes números que marcam a nossa história

“Um momento importante foi a mudança do foco das regras de produto para a atividade e, ao mesmo tempo, a evolução da autorregulação, que ampliou ainda mais as parcerias com os órgãos reguladores, em especial com a CVM”, afirma Robert. Durante seu mandato, foram lançados os códigos de Distribuição e de Administração de Recursos de Terceiros, que marcam essa mudança de eixo da autorregulação. Ele também menciona a dedicação da ANBIMA para o fortalecer o mercado de capitais brasileiro, que ganha cada vez mais relevância no desenvolvimento econômico do país.

Tão importante quanto os marcos históricos é o que aprendemos com eles. “É preciso olhar o passado como aprendizado e, ao mesmo tempo, ver o futuro como desafio. Cada dia é o começo da futura história da Associação. Ela é mutante e é preciso manter o espírito de se renovar, evoluir, para continuar em uma trajetória ascendente e positiva”, diz Giufrida.

Presidente-Marcelo-materia-especial.jpg

Da ANBIMA para a vida

A Associação é construída com o esforço de profissionais que, além de atuarem em suas instituições, se dedicam para participar das nossas reuniões, discussões e atividades em busca do fortalecimento do mercado. Esse empenho não impacta apenas a vida profissional, mas também resulta em aprendizado e experiências pessoais relevantes. “Uma característica singular da ANBIMA é ser uma casa plural onde todos os diferentes atores da indústria se fazem representar. Isso me permitiu o exercício, o convívio e o aprendizado junto a um grande espectro de profissionais que atuam em nosso mercado, uma grande vivência do verdadeiro espírito democrático. Foi enriquecedor, profissionalmente e como pessoa”, contou Robert.

  Presidente-Robert-materia-especial.jpg  

+ Em artigo, Carlos Ambrósio, nosso atual presidente, comenta a trajetória e as principais conquistas da ANBIMA

Para Giufrida, a diferença de estar na Associação é fazer parte de uma caixa de ressonância de grandes ideias. “Além do prazer e da honra de influir na construção do mercado, foi muito interessante conhecer a cabeça das principais lideranças do setor, executivos muito inteligentes, e vê-los contribuir com um objetivo comum”, disse.

Denise destaca a forma como expandiu seus horizontes nos quatro anos de presidência. “A ANBIMA me trouxe uma experiência excepcional de pensar o mercado muito além das fronteiras da organização que eu representava. Fortaleceu minha capacidade de negociação e certamente ampliou a minha visão sobre os mercados em que a Associação atua”, conta.

Notícias relacionadas

Não foram encontrados resultados para esta consulta.