• Empresas fiscalizadas.
  • Fale Conosco.
  • Imprensa.

Imprensa

Mulheres representam 12% dos influenciadores digitais de investimentos no Brasil

As mulheres representam 12% dos 291 influenciadores de investimentos monitorados pela ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) em julho de 2021. Foram mapeadas 35 influenciadoras dedicadas ao tema no Brasil, responsáveis por 98 perfis distribuídos por YouTube, Twitter, Instagram e Facebook. Juntas, elas alcançam uma audiência de 25 milhões de seguidores ou inscritos somados*.

Outros 196 influenciadores (ou 67%) são homens e 21% (ou 60) são perfis de organizações, como casas de análise e corretoras, sem identificação de gênero. Vale notar que, entre os perfis de organizações, há a presença de mulheres como apresentadoras e especialistas, o que faz com que o número de mulheres atuando no ramo seja maior.

Elas foram identificadas em seis das 11 categorias de influenciadores mapeadas pela Associação. A segmentação foi feita de acordo com as principais temáticas abordadas e como o próprio player se descreve. A maior presença delas está na categoria de produtores de conteúdo, formada por personagens que divulgam conteúdos consistentes, de caráter informativo sobre investimentos e têm nessa atividade, na maioria dos casos, seu foco profissional. São 18 influenciadoras, ou 31% dos produtores.

As mulheres também correspondem a 16% dos influenciadores classificados como "analistas", que são especializados na produção de análises técnicas e indicações de investimentos - são nove nomes. E respondem por 9% (ou quatro influenciadoras) dos especialistas, categoria que reúne economistas, professores e outros reconhecidos pelo conhecimento técnico sobre o mercado.

A participação das mulheres cai para 8% entre os investidores independentes, 5% entre representantes de assessorias/corretoras e para apenas 3% entre os traders (2, 1 e 1 influenciadoras, respectivamente).

"A baixa participação numérica nas estatísticas gerais do levantamento não é empecilho para que as influenciadoras tenham grande expressividade nas conversas sobre investimentos na internet", afirma Marcelo Billi, superintendente de Comunicação, Marketing e Educação da ANBIMA. "Os perfis que falam com os maiores públicos no YouTube, Twitter e Instagram são comandados por Nathalia Arcuri, Nathalia Rodrigues e Carol Dias, respectivamente", acrescenta.

De acordo com dados de julho de 2021, os tweets de Nath Finanças, criado pela orientadora financeira Nathalia Rodrigues, alcançam 472,2 mil seguidores, o maior público entre os influenciadores de investimentos nesta rede. Quem brilha no Instagram é o perfil pessoal de Carol Dias, que fala com um público de 6 milhões de seguidores - ela é a dona do canal Riqueza em Dias no YouTube. Mas, na rede de vídeos, a liderança em popularidade é do Me Poupe!, de Nathalia Arcuri: são 6,2 milhões de inscritos. Arcuri também é a primeira em atratividade no Instagram: cada post dela tem, em média, 54,8 mil interações (como curtidas e comentários) do público.

A presença das influenciadoras é homogênea nas quatro mídias sociais acompanhadas pela Associação: 28 possuem perfis no Instagram, 25 no Twitter, 24 no YouTube e 21 no Facebook - vale lembrar que uma mesma influenciadora pode ter perfis em mais de uma plataforma.

*O alcance total se refere à soma dos seguidores de todos os perfis considerados e não equivale necessariamente ao total de pessoas atingidas, visto que uma pessoa pode seguir mais de um perfil de influenciador

Sobre o levantamento: A ANBIMA está acompanhando os influenciadores digitais de investimentos, com apoio do IBPAD (Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados), desde setembro de 2020. A partir da análise de dados de postagens públicas feitas por esses players, foram identificados os assuntos mais falados, categorias de influenciadores, estratégias de atuação e os principais porta-vozes em cada rede. Acesse anbi.ma/influenciadores e confira o relatório completo, com dados coletados de setembro de 2020 até fevereiro de 2021.

Sobre a ANBIMA

A ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) representa mais de 270 instituições de diversos segmentos. Dentre seus associados, estão bancos comerciais, múltiplos e de investimento, asset managements, corretoras, distribuidoras de valores mobiliários e consultores de investimento. Ao longo de sua história, a Associação construiu um modelo de atuação inovador, exercendo atividades de representação dos interesses do setor; de regulação e supervisão voluntária e privada de seus mercados; de distribuição de informações que contribuam para o crescimento sustentável dos mercados financeiro e de capitais; e de educação para profissionais de mercado, investidores e sociedade em geral.