• Eventos.
  • Imprensa.
  • Fale Conosco.

Imprensa

Ofertas de ações representam 73% do volume de negociações do mercado de capitais em julho

As operações de follow-on de ações foram responsáveis pela captação de R$ 20,8 bilhões em julho deste ano, representando 73% do volume total de emissões no mercado de capitais no período (R$ 95,9 bilhões). Dados da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) mostram que, apesar do crescimento nas emissões desses papéis, não houve nenhum IPO (Oferta Pública Inicial de Ações) no mês. A queda da taxa básica de juros e a perspectiva de mais cortes até o final do ano estimulam o movimento de migração dos investidores da renda fixa para a renda variável, começando a tomar mais risco em busca de maiores rendimentos.

No acumulado do ano, o mercado de capitais cresceu 35%, chegando a R$ 206,8 bilhões de janeiro a julho de 2019 frente a R$ 153 bilhões no mesmo período do ano passado. No entanto, o número de operações caiu 10,1%: foram 473 este ano perante 526 até julho de 2018.

O aumento das emissões de fundos imobiliários destaca o potencial de crescimento do produto, frente a uma expectativa de recuperação mais consistente do segmento imobiliário no país. As ofertas deste ano somam R$ 12,8 bilhões, volume 37,8% maior na comparação com o mesmo período do ano passado (R$ 9,3 bilhões). No total de captações do ano, entretanto, esses papéis representam 6,2%, praticamente a mesma parcela de todo o ano passado (6,0%).

Entre os demais produtos, os CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários) tiveram captação líquida de R$ 2,3 bilhões, seguidos pelas notas promissórias, debêntures e CRAs (Certificados de Recebíveis Agrícolas), com R$ 1,8 bilhão, R$ 1,5 bilhão e R$ 1,1 bilhão, respectivamente.

No mercado externo, seis operações movimentaram US$ 2,8 bilhões em julho. No acumulado de 2019, o total captado foi de US$ 15,7 bilhões, superando o volume do ano passado, de US$ 15,3 bilhões. Desse montante, quase a totalidade (US$ 14,5 bilhões) foi para operações de renda fixa.

Confira o boletim completo.

Sobre a ANBIMA

A ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) representa mais de 250 instituições de diversos segmentos. Dentre seus associados, estão bancos comerciais, múltiplos e de investimento, asset managements, corretoras, distribuidoras de valores mobiliários e consultores de investimento. Ao longo de sua história, a Associação construiu um modelo de atuação inovador, exercendo atividades de representação dos interesses do setor; de regulação e supervisão voluntária e privada de seus mercados; de oferta de produtos e serviços que contribuam para o crescimento sustentável dos mercados financeiro e de capitais; e de educação para profissionais de mercado, investidores e sociedade em geral.