• Impactos da Covid-19.
  • Conteúdos especiais.
  • Eventos.
  • Fale Conosco.
  • Imprensa.
    Português Português (BR)

Boletim Renda Fixa

Subíndices que compõem o IMA voltam a apresentar retorno mensal positivo

Em abril, após os fortes ajustes nos preços dos ativos observados em março, houve menos volatilidade no mercado, o que contribuiu para que todos os subíndices que compõem a família IMA apresentassem retorno positivo. O IMA-Geral variou 0,86% no mês e acumula queda de 0,14% no ano.

Grafico1_RF_202005.png

Os títulos de maior duration encerraram o mês com as maiores variações entre os subíndices. O IMA-B5+, com duration de 12,6 anos, apresentou ganho de 2,01% no mês, diminuindo a queda no ano para 8,82%. Já o IRF-M1+, cujo prazo médio é de 3 anos, apresentou rentabilidade de 1,5% em abril e registra ganho de 2,96% em 2020.

Grafico2_RF_202005.png

Os subíndices de menor duration também tiveram retorno positivo. O IMA-B5 avançou 0,49% no mês e acumula no ano retorno negativo de 0,09%. O IRF-M1, que por ter duration inferior a 1 ano é considerado um título mais seguro, apresentou retorno mensal positivo, 0,45%, e ganho de 1,88% entre janeiro e abril deste ano. O IMA-S, subíndice mais conservador que segue a trajetória da taxa Selic, avançou 0,27% em abril e 1,26% em 2020.

O IDA-Geral, que reflete a performance dos títulos corporativos, apresentou elevação de 0,88% no mês, reduzindo a perda no ano para 3,28%. O destaque ficou com o subíndice composto pelas debêntures incentivadas, o IDA-IPCA Infraestrutura, com variação de 1,99% em abril, que agora apresenta rentabilidade negativa de 2,61% no ano. Já o IDA-IPCA ex-Infraestrutura manteve retorno mensal negativo, de 0,77%, e registra queda de 3,36% em 2020.