• Empresas fiscalizadas.
  • Fale Conosco.
  • Imprensa.

Notícias

CNF e STJ firmam parceria para ampliar conhecimento de ministros e assessores sobre mercado financeiro

Convênio de cooperação técnica assinado nesta quinta, 8, inclui o oferecimento de cursos gratuitos

A CNF (Confederação Nacional das Instituições Financeiras) e o STJ (Supremo Tribunal de Justiça) assinaram, nesta quinta-feira, 8 de abril, um convênio de cooperação técnica. A parceria contribuirá para aperfeiçoar e ampliar o conhecimento dos ministros e assessores sobre o mercado financeiro.

Esses profissionais costumam lidar com questões técnicas do sistema financeiro nas ações e recursos que são tratados pelos tribunais, mas nem sempre a grade de formação dos magistrados inclui os temas financeiros. Por isso a importância do convênio, que contará com o oferecimento de cursos e materiais educativos sobre o tema.

Iniciativas

Os ministros e assessores terão acesso gratuito ao curso “Sistema Financeiro Nacional: estrutura, funcionamento e tendência”, além de duas vagas garantidas em todos os cursos promovidos pela CNF. Os colaboradores do STJ também terão direito a 250 vagas para o curso à distância “Finanças para profissionais não financeiros”.

A parceria também permitirá que os associados da CNF – como a ANBIMA – divulguem cursos, notícias, materiais técnicos e outros conteúdos adequados para os integrantes do Poder Judiciário.

A primeira iniciativa do convênio será o I Seminário CNF e Judiciário: o sistema financeiro e a aplicação do direito, no dia 15 de abril. O evento é formado por quatro painéis, das 9h às 12h, que falarão sobre os desafios da aplicação do direito em temas de mercado, o impacto das decisões judiciais na economia, a estrutura do sistema financeiro e o próprio convênio das entidades. A transmissão é gratuita pelo canal do STJ no YouTube e quem se inscrever terá certificado de participação.

Saiba mais

O convênio foi assinado pelo ministro Humberto Martins, presidente do STJ, e Sérgio Rial, presidente do Conselho de Representantes da CNF. A cerimônia foi transmitida ao vivo pelo YouTube e pelo site das duas entidades – confira!

Notícias relacionadas

Não foram encontrados resultados para esta consulta.